Diagnósticos mais precisos para mães e bebês: a ultrassonografia fetal não pára de evoluir

A mãe entra na sala de ultrassonografia com a calma e a segurança típicas de uma experiente marinheira de segunda viagem. Minutos depois, já é possível ver a bebê se mexendo dentro do útero.

O rostinho aparece em detalhes, ela está rindo e com a mão na bochecha. “Nossa, é muito parecida com a minha filha mais velha! ”, sorri, já emocionada.

Vanessa Dagli, gerente de Recursos Humanos da GE Healthcare, foi a primeira grávida a usar o Voluson E10 no Brasil – novidade da GE Healthcare que acabou de chegar ao país – e pode ver Giulia, sua segunda filha, nos mínimos detalhes!

Mãe de Maria Luiza, de quatro anos, ela lembra como os equipamentos de ultrassonografia evoluíram ao longo do tempo. “Imagino como era na época da minha mãe, quando a quantidade de informações sobre o bebê era muito menor. Para uma mãe, é um alívio poder saber o quanto antes o que acontece com o seu bebê para que, se uma intervenção for necessária, ela seja realizada de maneira rápida e segura”, comenta.

Aproximando mundos

De acordo com Dr. Heron Werner Júnior, ginecologista e obstetra da DASA, que fez o exame em Vanessa Dagli, a ultrassonografia abriu uma janela para trazer o feto para mais perto da família. “ Antes era uma coisa muito abstrata e agora está com a gente o tempo todo. Por outro lado, o ultrassom ajuda também naqueles casos inesperados da gestação e auxilia o médico a explicar determinadas patologias e o que pode ser feito de uma maneira muito mais didática para o casal”, afirma.

Muito mais que revelar o sexo do bebê antes de seu nascimento, os exames servem para acompanhar a evolução da gravidez, cuidando da saúde da mulher e de seu bebê até a hora do parto. Dentre a variedade de exames, estão os hemogramas, o monitoramento das taxas de glicemia e a ultrassonografia, responsável por acompanhar o desenvolvimento e a formação do feto.

Vivemos na era da inovação tecnológica do diagnóstico por imagem, mas nem sempre foi assim. No início da década de 1980, a imagem do ultrassom não passava de uma mancha cinzenta com pouca definição, que mal podia ser entendida por quem não fosse médico. Hoje, médicos e pais conseguem ver os detalhes do bebê desde o início da gestação.

A GE Healthcare está contribuindo para que isso se torne realidade de mais e mais mães brasileiras: com equipamentos de última geração, auxiliamos os médicos em diagnósticos mais precisos e precoces, que podem detectar problemas rapidamente e adiantar tratamentos, salvando a vida das mães e de seus filhos.

“Foi uma experiência maravilhosa realizar o exame com o Voluson E10. É como se você tivesse uma fotografia da criança antes mesmo de ela nascer. Além disso, pude confirmar que ela está se desenvolvendo bem”, comenta Vanessa.

Dr. Heron Werner Jr. realizando o exame de ultrassonografia de Vanessa Dagli, com o Volsuon E10.

Com o Voluson E10, os médicos obtêm imagens tridimensionais, de alta resolução e super detalhadas, podendo analisar os vasos sanguíneos, o coração, o cérebro e outros órgãos, além dos movimentos do bebê em tempo real. Com a alta precisão do equipamento, dá para identificar alterações que antes eram visíveis nas últimas etapas da gestação e que, agora, podem ser vistas no primeiro trimestre.

Vanessa está na reta final da gestação, no último mês, e em breve a Giulia estará com ela e com toda a família. Em comemoração ao Dia das Mães, que acontece dia 10 de maio, compartilhamos o recado dela para as futuras mamães: “Realizar os exames durante a gravidez é muito importante, pois é a maneira mais eficiente de prevenir problemas futuros nas mães e nas crianças. É importante seguir as orientações médicas e aproveitar o momento, pois é mágico”!

 

allia569_wp
allia569_wp

Você também pode gostar