4 dicas para a implantação de Densitometria Óssea

A Osteoporose é uma doença silenciosa e que ataca mais mulheres que homens. Além de uma doença mais feminina, quando em estágio avançado, causa fraturas que podem matar suas vítimas em pouco mais de seis meses.
Com uma realidade assim, é preciso haver mais prevenção para que o futuro seja menos doloroso e nossos momentos de alegrias com nossos amigos e familiares por conta de problemas ortopédicos. É aí que a Densitometria Óssea entra e ajuda nessa prevenção, revelando a gravidade dos problemas ortopédicos e como trata-los.
Neste artigo, daremos dicas de como implantar a Densitometria Óssea em sua clínica ou hospital, dando mais opções e oportunidade a seus pacientes de ter um cuidado a mais com sua saúde, aumentando sua qualidade de vida.

1 – Faça as contas e analise o investimento

A implantação de uma máquina ou mais de Densitometria Óssea é um investimento que deve ser muito bem analisado para não sobrecarregar os custos que sua clínica ou hospital já possui. Faça muitas pesquisas de preço e veja os melhores fornecedores, buscando dar uma atenção especial a empresas com histórico em equipamentos de qualidade para a área da saúde e com anos de mercado, como a GE Healthcare.
A ideia de adquirir equipamentos usados deve ser descartada, independente do pouco uso ou do bom funcionamento. As chances de problemas são maiores e a garantia pode ter se exaurido. Para não haver dores de cabeça, invista em aparelhos novos, pois além da garantia e assistência rápida, há descontos e facilidade no pagamento.

2 – Tenha um local certo para o equipamento

Muitas clínicas têm um espaço muito mais reduzido do que os hospitais, dificultando a aquisição de aparelhos grandes, mas que trarão mais qualidade nos exames e comodidade aos pacientes.
Caso esse seja um problema e a implementação da Densitometria Óssea é um planejamento para breve, busque uma sala ampla e arejada,    além de conferir se a parte elétrica está em dia. Garanta que seus pacientes tenham privacidade e que a qualidade dos exames não dependa só da máquina, mas do ambiente também.

3 – Equipe capacitada e preparada

Médicos e enfermeiros que estejam preparados – com capacidade técnica e teórica no cuidado com os pacientes e, claro, no domínio da máquina – são fundamentais. No caso dos equipamentos GE Healthcare, sempre haverá um treinamento desses profissionais, para que possam manejar seus aparelhos da maneira correta e obter resultados saiam cada vez mais precisos.

4 – Invista em um equipamento de qualidade

A implantação da Densitometria Óssea em seu hospital ou clínica requer um aparelho de última linha, com tecnologia de ponta e que traga a seus pacientes resultados bem explicados e maior segurança nos seus diagnósticos. Para que o tratamento ortopédico seja eficiente, tenha em mãos aparelhos de qualidade como os equipamentos de Densitometria Óssea da GE Heathcare.
A Alliance Medical oferece um linha abrangente de aparelhos que se encaixam perfeitamente a seu nicho de mercado, se equilibrando tanto no tamanho e no uso recomendado para cada tipo de equipamento quanto no custo que mais cabe em seu bolso.
Agora você e sua equipe já sabem o que a Alliance Medical pode fazer de melhor para sua clínica ou hospital para que a saúde dos seus pacientes seja garantida!
 
 

allia569_wp
allia569_wp

Você também pode gostar